Brasileiros Aposentados


Atualmente no Brasil mais de 26 milhões de pessoas são aposentados pelo inss. Esse número só cresce, e é importante que todos reflitam a respeito, pois a situação não vai bem.

O objetivo da aposentadoria é devolver a pessoa os valores contribuídos por toda a vida, para que ela tenha uma vida confortável quando estiver em idade mais avançada. No entanto, os valores recebidos não têm sido suficientes.

Como é calculada a aposentadoria?

O cálculo do valor da aposentadoria leva em consideração uma série de fatores como a quantidade de tempo contribuído, além da idade de quem está tentando obter o benefício.

Em muitos casos, o que ocorre é que uma pessoa acaba recebendo um valor de aposentadoria menor do que o que estava habituada, precisando trabalhar, mesmo após ter conseguido o benefício.

aposentados

Os números são alarmantes, pois do total de aposentados brasileiros, 25% trabalham, apenas 1% são independentes financeiramente, sendo que 46% dependem dos filhos para conseguir ter uma vida digna e 28% estão em uma situação muito difícil.

Por esses números é possível perceber a necessidade em otimizar o cálculo das aposentadorias. Até porque, muitos deixaram de realizar a contribuição por uma grande variedade de motivos, como os muitos trabalhos que antigamente não eram regulamentados e salários que eram muito reduzidos.

Quem contribui para o INSS?

Há ainda uma grande ideia errada de que somente trabalhadores ativos contribuem para o INSS, no entanto, o valor dado por esse tipo de contribuinte é de 5 a 20% e as fontes de renda do INSS também vêm das empresas, que pagam 20% do valor do salário de cada empregado contratado.

Além disso, as Loterias também repassam um percentual de sua verba para o INSS, assim como o COFINS e o CSLL. Valores também são obtidos pelo IOF, e CDN, que são verbas recebidas das construções com plantas aprovadas durante ou ao final do projeto.

 

O pensamento de que somente trabalhadores ativos geram renda faz com que se crie muita especulação a respeito do futuro da previdência.

Em partes realmente a condição do INSS está se tornando insustentável, pois o número de verbas contribuídas está se tornando menor do que os custos com os aposentados, além disso, algumas empresas de alguns setores conseguiram o direito de repassar um valor menor, o que acaba também prejudicando no fechamento das contas.

Opções para viver uma boa aposentadoria

Apesar de haver a necessidade de descansar nesta etapa da vida, muitos aposentados acabam com uma sensação de insatisfação. Isso ocorre porque não ter horários para cumprir e tarefas para fazer após ter tido esta rotina durante muitos anos, pode levar a uma sensação de impotência ou falta de propósito.

Por isso, é importante entender que existem formas para aproveitar a melhor idade, que é chamada dessa forma por um motivo.

Nesta etapa da vida a pessoa já aprendeu e vivenciou muitas coisas, por isso ela pode utilizar esses conhecimentos de alguma forma. Se possível, planejar viagens, pois existem bons descontos para aposentados.

Procurar ter uma lista de afazeres diários para cumprir também pode auxiliar e muito nessa etapa. Podem ser coisas simples como organizar a casa, até coisas mais complexas como cuidar do jardim.

Também é indicado fazer cursos, afinal, neste momento é possível se dedicar as coisas que sempre teve vontade de fazer e não tinha tempo. Ter hobbies como artesanatos, crochês e outros pode ser uma ótima forma de ganhar uma renda extra.

Também é importante não se esquecer de ter uma vida social, manter o contato com amigos, telefonar para eles, visitá-los e até criar grupos de apoio.

Se aproximar da família também pode ser ótimo, mas é preciso entender cada geração e respeitar seus gostos e vontades. Essas pequenas atitudes podem ser de grande ajuda para aposentados terem uma qualidade de vida melhor.  

 


COMENTÁRIOS: